FICHA TÉCNICA

A Art Basel é uma feira internacional de arte com fins lucrativos, de propriedade privada, realizada anualmente em Basel, na Suíça; Miami Beach, Flórida; e Hong Kong. Art Basel trabalha em colaboração com as instituições locais da cidade anfitriã para ajudar a crescer e desenvolver programas de arte. Fornecendo uma plataforma para as galerias mostrarem e venderem seu trabalho aos compradores, ganhou uma grande audiência internacional de espectadores e estudantes de arte. Fundada em 1970 pelos galeristas de Basel Ernst Beyeler, Trudl Bruckner e Balz Hilt, em seu ano inaugural, a feira de Basileia atraiu mais de 16.000 visitantes que viram trabalhos apresentados por 90 galerias representando 10 países. Trinta editoras de arte também participaram.

Art Basel online

Novo formato e vendas milionárias

A partir de 17 de junho as salas de exibição on-line da Art Basel foram abertas ao público digital. Impossibilitada de comemorar seu 50º aniversário este ano na cidade suíça de Basileia, como muitas outras feiras nesta temporada, a organização do evento montou uma apresentação virtual gigante, com trabalhos de 282 galerias, abrangendo 35 países. Gentil Carioca, Fortes D’Aloia & Gabriel, Mendes Wood DM, Bergamin & Gomide e Galeria Luisa Strina são as galerias brasileiras que participam da edição online.

Os organizadores aperfeiçoaram as salas de exibição da Art Basel Hong Kong transmitidas em março, adicionando recursos de vídeo para todas as obras de arte postadas por cada galeria. As galerias também buscaram novas maneiras de se conectar com os colecionadores. Além das salas de exibição, vários participantes on-line da Art Basel exibem shows virtuais em seus próprios sites, e alguns estão realizando exibições físicas à moda antiga, disponíveis para locais que atendem as regras de distanciamento social. A König Galerie, por exemplo, montou um show em sua sede em Berlim, a antiga igreja de St. Agnes, para coincidir com a feira virtual, além de uma ampla oferta on-line chamada "Messe in St. Agnes".

Os primeiros relatórios de vendas da versão on-line da feira de arte mais importante do mundo são um bom presságio para as galerias participantes. No dia da abertura da prévia VIP da feira, David Zwirner anunciou que já havia feito mais de 10 vendas em sua própria sala de exibição, "Basel Online: 15 Rooms", totalizando mais de US$ 8,6 milhões. A mega-galeria também revelou que simultaneamente fez uma venda “blockbuster” por meio de outro portal online: uma enorme escultura de Jeff Koons intitulada Balloon Venus Lespugue (Red) (2013–19), ao preço de US $ 8 milhões. Após quatro meses do bloqueio global, é surpreendente ver o quanto a vida e as formas usuais de operação do mundo da arte mudaram - e até reconfortante saber que, não importa o que aconteça, as pessoas ainda compram um Koons gigante.