FICHA TÉCNICA

Little Richard (1932 — 2020), cantor, compositor e pianista americano foi eleito pela Rolling Stone como o 8º maior artista da música de todos os tempos. Seu carismático espetáculo caracterizado pelo piano frenético, violão e vocais estridentes, lançaram as bases para o rock and roll, soul e funk. Ele influenciou cantores e músicos em todos os gêneros musicais, do rock ao hip hop; sua música ajudou a moldar o rhythm and blues nas próximas gerações.

Little Richard - O extravagante visionário

Little Richard, um dos fundadores do rock, cujos gritos fervorosos, roupas extravagantes e persona alegre e desafiadora de gênero incorporava o espírito e sonoridade de uma nova forma de arte, morreu aos 87 anos, deixando um legado musical e performático que influenciou gerações de artistas por todo o mundo. Começando com “Tutti Frutti”, em 1956, Little Richard teve uma série de sucessos irrefreáveis - “Long Tall Sally” e “Rip It Up” naquele mesmo ano, “Lucille” em 1957, e “Good Golly Miss Molly” em 1958 - guiadas pelo piano simples e vibrante, exclamações vocais influenciadas pela música gospel e letras carregadas de sexualidade (muitas vezes sem sentido). Apesar de nunca ter chegado ao top 10 novamente depois de 1958, a influência de Little Richard foi massiva. O fascinío que o artista exerceu sobre os Beatles é abertamente assumido por seus membros. O grupo diversas músicas dele, incluindo “Long Tall Sally”, e os vocais de Paul McCartney nessa música - e em “I’m Down”, dos próprios Beatles - é um tributo ao estilo da garganta desfiada de Little Richard.

Em um pequeno cinema de Liverpool, Paul McCartney, de 14 anos, assistiu "The Girl Can't Help It", hipnotizado pela energia, talento e carisma de Little Richard, que teve uma participação especial interpretando "Ready Teddy". Embora Little Richard certamente tenha impressionado o talentoso jovem McCartney, ele não poderia imaginar que, em menos de uma década, os dois subiriam ao palco juntos…. Sir Paul escreveu: “De Tutti Frutti a Long Tall Sally e Good Golly, Miss Molly a Lucille, Little Richard entrou na minha vida quando eu era adolescente. Devo muito ao que faço a Little Richard e seu estilo, e ele sabia disso. Ele dizia:" Ensinei a Paul tudo o que ele sabe ". Eu tinha que admitir que ele estava certo”.

De 1956 a 1959 Little Richard voava alto, com 18 singles de sucesso e sua combinação única de vocais singulares, piano energético e estilo extravagante. Quando Little Richard tocou no Star-Club, em Hamburgo, no começo dos anos 1960, o show de abertura trazia ninguém menos que os Beatles. McCartney e Lennon não apenas encontraram seu ídolo, mas também observaram e passaram um tempo com Little Richard nos bastidores. Little Richard mais tarde se lembraria de ter ajudado McCartney a aprimorar seu estilo vocal na ante sala. E assim que sua residência em Hamburgo terminou, Little Richard se juntou ao grupo em Liverpool para vê-los se apresentar no Cavern Club. Ele teve um vislumbre do que estava por vir; impressionado com a energia do grupo, ele previu o sucesso da banda na América.